‘Pequeno Segredo’ vai representar o Brasil no Oscar 2017

julia235

O filme brasileiro escolhido para representar o país na disputa pelo Oscar é o “Pequeno Segredo”, de David Schurmann. O anúncio foi feito pela comissão especial indicada pelo Ministério da Cultura, que analisou os 16 filmes inscritos.

Cada país seleciona uma produção para uma pré-lista que concorrerá na categoria “filme estrangeiro” – semifinalistas serão conhecidos em dezembro, e os cinco indicados finais são anunciados no dia 24 de janeiro. A cerimônia de premiação do Oscar ocorre no dia 26 de fevereiro de 2017.

Veja o trailer de “Pequeno Segredo”, que estará disponível nos cinemas brasileiros a partir de 10 de novembro:

Aquarius – que era o favorito para a indicação, apontado por todos os críticos – integrou a seleção do Festival de Cannes, o maior do mundo. No Brasil, ao mesmo tempo, iniciou-se o processo que culminou, depois, com o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. A equipe de Aquarius aproveitou a visibilidade – o festival é um dos eventos mais midiatizados do mundo – para protestar nas escadarias do ‘palais’.

O diretor Mendonça Filho, a produtora Emilie Lesclaux e os atores (Sonia Braga, Maeve Jinkins etc) participaram do protesto e sacaram cartazes com palavras de ordem do tipo – “Um golpe está acontecendo no Brasil.” As imagens foram exportadas para o mundo todo e, na sequência, a coletiva de Aquarius virou, pelo menos parcialmente, um acontecimento político.

Começou ali, também, por parte do governo, uma série de trapalhadas na área da cultura. O presidente, que ainda era interino, ameaçou extinguir o Ministério da Cultura, e voltou atrás. Interveio na Cinemateca Brasileira, e voltou atrás. A todas essas, no quadro de polarização que dividia a sociedade brasileira, as redes sociais passaram de apoio e repúdio ao que o diretor Mendonça Filho definiu como ‘um gesto’, não propriamente um protesto, de sua equipe (e dele próprio). Mais tarde, estourou como uma bomba a impropriedade do filme até 18 anos – que depois, também, foi revista pelo governo.

Diretores importantes, como Gabriel Mascaro, de Boi Neon, e Anna Muylaert, de Mãe Só Há Uma, anunciaram que estavam retirando seus filmes da disputa em solidariedade, ou respeito, ao filme de Kleber Mendonça Filho, reconhecendo sua superioridade.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s