Aquela boa e velha roda-gigante de emoção

Quem me conhece sabe que eu amo os filmes do Woody Allen. Sou daqueles fãs que compram box de DVDs, leem qualquer notícia sobre as novas produções e esperam fielmente pelo longa anual que o diretor e roteirista sempre lança. Posso enumerar aqueles que mais gosto, como “Manhatan” (1979), “Match Point: Ponto Final” (2005), “Vicky…