Fisgado pela boca!

Sempre gostei de comer bem. Minha vó Tercília sabia disso e, quando chegava a hora do almoço na roça, me oferecia aquele prato inesquecível com a melhor macarronada do mundo. Minha mãe, Iêda, também sabe muito bem que o filho é bom de garfo: nunca deixo no prato um restinho que seja quando ela faz…