Mundo estranho, pessoas mais estranhas ainda!

Fui assistir a um filme húngaro – sim, húngaro – na semana passada e quase vomitei. O longa em questão é “Corpo e Alma”, que acaba de estrear nos cinemas da capital. Não senti náuseas por causa do enredo, que por sinal é bem intrigante e chega até a ser no mínimo divertido e reflexivo…