A culpa é das estrelinhas!

Nesta semana, assisti a três filmes brasileiros, e as sensações foram completamente distintas. Uma pena, já que eu tinha boa expectativa sobre todos eles! Um foi bem ágil, o outro foi bem lento, e o terceiro não vale nem comentar. “Elis”, a cinebiografia da maior cantora brasileira, Elis Regina, parece ligado no 220v, como deve…